domingo, junho 16, 2024
JudiciárioPolítica Nacional

PGR classifica caso da Embaixada como ‘patético’ e não pede prisão de Bolsonaro

A Procuradoria-Geral da República (PGR) não pedirá a prisão de Jair Bolsonaro (PL) pela estada na Embaixada da Hungria. De acordo com a jornalista Míriam Leitão, da Tv Globo, o órgão comandado por Paulo Gonet, considera o caso como “patético”. Essa leitura do caso se mantém mesmo com a evidente intenção de fuga do ex-presidente da República.

Este caso só será analisado de fato e com mais detalhes pela PGR quando a denúncia chegar ao órgão. A previsão é que isso ocorra na próxima segunda-feira (1°). Isso porque o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, encaminhou o caso para o Ministério Público Federal (MPF). O detalhe é que, desde a última quarta-feira (27), é feriado no judiciário brasileiro.

Relembre o caso

Após ser flagrado na Embaixada da Hungria, o ex-presidente Bolsonaro foi intimado por Moraes a esclarecer o caso em um prazo de 48h. O ex-chefe do executivo brasileiro respondeu ao ministro e afirmou que “poderia estar muito bem em outro país”.

Fonte: Site BNews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *