domingo, junho 16, 2024
LegislativoPolítica Local

Capitão Alberto Neto afirma que oposição vai lutar contra a ‘ditadura do PT’

O deputado federal Capitão Alberto Neto, vice-líder do Partido Liberal (PL) na Câmara Federal, manifestou apoio ao ex-presidente Jair Bolsonaro, ao presidente do PL Valdemar Costa Neto, e aliados que foram alvo de operação da Polícia Federal nesta quinta-feira (08).

De acordo com informações da mídia nacional, a operação contra Bolsonaro e seus aliados seria por suposta tentativa de golpe de Estado para manter o ex-presidente na Presidência do Brasil. A Justiça determinou ainda que Bolsonaro entregue o passaporte para a PF.

“É mais uma operação da polícia federal sem nenhuma sustentação jurídica. Desta vez em cima do ex-presidente Jair Messias Bolsonaro e seus aliados, com um argumento vazio de um possível golpe de Estado. É bom esclarecer, que uma tentativa de golpe configura uso de forças armadas e esse fato nunca existiu neste grupo de oposição. A democracia é livre e vamos sempre lutar por ela”, declarou.

O parlamentar enfatizou que desde o início este Governo usa o artifício da perseguição contra os opositores, isso fica cada dia mais claro. O Governo repete narrativas absurdas criando teorias de golpe para confundir a população e acobertar a falta de política pública e gestão efetiva no país.

“Este Governo se aproxima cada vez mais de ditaduras e age exatamente como elas. A Venezuela tornou a maior opositora de Maduro inelegível, na Bolívia a opositora chegou a ser presa, a Nicarágua persegue implacavelmente seus opositores, e isso está acontecendo agora, no nosso Brasil”, disse.

O deputado afirmou que a oposição segue unida para combater a ditadura do PT. “A oposição vai continuar resistindo, nós não vamos nos entregar de maneira fácil. Vamos continuar trabalhando para voltar de novo ao poder e colocar o nosso Brasil no rumo correto, no rumo da prosperidade, no rumo da democracia”, concluiu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *