quarta-feira, julho 24, 2024
Notícias

Bolsonaro apresenta ao TSE argumentos finais em processo para cassar Lula

Os advogados de Jair Bolsonaro apresentaram ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) os argumentos finais do ex-presidente na ação que ele moveu na Corte para cassar Lula, em virtude de uma live com artistas.

Chamado Grande Ato Brasil da Esperança com Lula 13, o evento que ocorreu na cidade de São Paulo em 27 de setembro reuniu Caetano Veloso, Gilberto Gil, Emicida e Djamila Ribeiro, entre outros nomes.

De acordo com a defesa de Bolsonaro, o então candidato Lula fez um “showmício”, prática vedada pela lei.

“O desventurado festejo foi precedido de ampla divulgação nas redes sociais de ambos os Investigados, da senhora Janja e de outras numerosas páginas anônimas, que realizaram a transmissão ao vivo do evento pelas redes YouTube, Meta e Instagram, e foi acompanhado pela organização de “eventos simultâneos” em bares e restaurantes em todo o país, com transmissão da live em telões”, observou a defesa, no processo. Ainda conforme os advogados, o ato foi uma “busca frenética por votos”.

Ação de Bolsonaro no TSE abrange Alckmin

Segundo Bolsonaro, assim como Lula, seu parceiro de chapa, Geraldo Alkmin, “se valeram do prestígio pessoal e artístico de renomadas personalidades, à moda de megalomaníaco showmício”, em um evento “infausto e nababesco”, marcado pela “busca frenética pelos votos dos mais jovens”.

O processo foi apresentado ao TSE em 28 de setembro, portanto, um dia depois da superlive com os artistas de esquerda.

Fonte: Revista Oeste