quarta-feira, julho 24, 2024
Notícias

David Almeida pode perder apoio de PSD e MDB em sua pré-candidatura

Segundo informações de bastidores repassadas ao jornalista político e apresentador Álvaro Corado nesta segunda-feira (24), dão conta de que o pré-candidato à prefeitura, Marcelo Ramos (PT), pode ter o apoio do PSD e MDB de Eduardo Braga e Omar Aziz respectivamente.

O que há algumas semanas parecia impossível, pois, os partidos não concordavam em apoiar a pré-candidatura de Ramos. Caso esse fato ocorra, David Almeida (Avante) ficará sem o apoio das duas siglas e dois personagens políticos relevantes.

Segundo o jornalista Álvaro Corado, a possibilidade das duas siglas apoiarem a campanha de Ramos veio a partir de um pedido pessoal do presidente Lula (PT), que se empolgou com a pré-candidatura do ex-deputado federal. Há também a possibilidade de David Almeida ter procurado o Partido Liberal (PL) de Bolsonaro em Manaus para buscar apoio para a sua pré-candidatura. Com isso, a afirmação de David Almeida de uma aliança com o PL poderia de fato acontecer, caso o prefeito perca o apoio dos partidos ligados a Lula.

Sem o apoio do PSD e MDB, David Almeida ficaria com baixo fundo eleitoral e pouco tempo de televisão, fato que automaticamente contribuiria para que o prefeito perca visibilidade na disputa pela permanência no Executivo Municipal.

Segundo levantamento feito pela Perspectiva: Mercado e Opinião, David Almeida ficou em segundo lugar com o maior tempo de Tv, atrás apenas de Roberto Cidade (União). Em sua coligação, o chefe do Executivo Municipal reúne quatro partidos como o Avante, MDB, PSD e Republicanos, que teria 10 minutos, 38 segundos e 50 centésimos no tempo proporcional de 42 minutos diários previstos pela legislação eleitoral no rádio e na televisão.

Porém, caso perca o apoio das siglas de Aziz e Braga, ficará em média apenas com quatro minutos do Republicanos de Silas Câmara e do Avante, partido pelo qual é presidente estadual.

Já contando apenas com o Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC), mais conhecido como Fundo Eleitoral do Avante e do Republicanos, David Almeida ficaria com um valor em torno de R$ 7 milhões, o que é considerado baixo para a sua campanha.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *