quarta-feira, julho 24, 2024
Notícias

Em vídeo comovente, Cássia Kis manifesta apoio ao PL do Aborto

A atriz Cássia Kis gravou um depoimento para as redes sociais do Centro Dom Bosco, em defesa do Projeto de Lei 1904, que ficou conhecido como PL do Aborto. A instituição é composta por católicos que buscam resgatar a tradição da Igreja.

No vídeo, ela explica que a proposta que tramita na Câmara dos Deputados “tem como finalidade criminalizar médicos, em alguns casos, mães que venham a fazer o aborto em estado gestacional avançado”.

– Medite sobre isso. Vamos pensar que estado gestacional avançado é qualquer estado. Estado gestacional, a partir do primeiro mês já é um estado gestacional importantíssimo. Mas imagine um bebê no ventre de sua mãe com 5, 6, 7, 8, 9 meses, e ele recebendo uma injeção de cloreto de potássio direto no seu coraçãozinho.

Cássia Kis destacou que o procedimento traz enorme sofrimento ao feto.

– É dito que a dor é comparável a um infarto fulminante. Então nós precisamos parar com isso imediatamente.

– Medite sobre isso. Vamos pensar que estado gestacional avançado é qualquer estado. Estado gestacional, a partir do primeiro mês já é um estado gestacional importantíssimo. Mas imagine um bebê no ventre de sua mãe com 5, 6, 7, 8, 9 meses, e ele recebendo uma injeção de cloreto de potássio direto no seu coraçãozinho.

Cássia Kis destacou que o procedimento traz enorme sofrimento ao feto.

– É dito que a dor é comparável a um infarto fulminante. Então nós precisamos parar com isso imediatamente.

A celebridade, de 66 anos, é mãe de 4 filhos e já praticou o aborto. Em entrevistas, ele relatou ter se arrependido após gravar uma cena em que sua personagem, Maria Marruá, deu à luz a Juma na primeira versão da novela Pantanal, na extinta TV Manchete, em 1990.

Tempos depois, ela sofreu um aborto espontâneo e entendeu aquilo como um “castigo de Deus”.

No passado, a atriz foi ativista de esquerda e apoiadora do PT, mas acabou migrando para a direita após sofrer diversas decepções.

Fonte: Pleno News

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *