domingo, junho 16, 2024
Notícias

Manaus é uma das piores capitais na qualidade de serviços públicos, aponta pesquisa

Pesquisa realizada pela Agência pública aponta que Manaus aparece na 22ª posição entre as 26 capitais do Brasil no tópico qualidade dos serviços públicos. A capital amazonense ficou à frente somente de Maceió (AL), Salvador (BA), Macapá (AP) e Belém (PA), respectivamente. Curitiba (PR) lidera o ranking.

De acordo com o estudo, Manaus alcançou a média final de 3,67 pontos. Curitiba, que aparece no topo das cidades, chegou à média de 6,72 pontos. As áreas avaliadas são: educação, saúde, desenvolvimento econômico, gestão de qualidade, mobilidade urbana e proteção social.

A nota mais baixa alcançada pela capital do Amazonas foi no item proteção social, cuja avaliação ficou em 2,20 pontos. A segunda pior nota foi na área de desenvolvimento econômico, com a pontuação de 2,83.

As demais avaliações foram: educação (4,43 pontos), saúde (4,75), gestão de qualidade (4,50) e mobilidade urbana (3,33).

“Os serviços públicos são a porta de entrada para a cidadania, uma forma de enfrentar diferentes desigualdades. Avaliar o acesso e a qualidade dos serviços públicos é medir nosso desenvolvimento e projetar nosso futuro”, diz Sergio Andrade, cientista político e diretor executivo da Agenda Pública.

Pesquisa

De acordo com a Agenda Pública, a metodologia da pesquisa utiliza dados oficiais disponíveis em bancos abertos para avaliar seis dimensões de serviços públicos prestados à população na esfera municipal: educação, saúde, proteção social, desenvolvimento econômico, mobilidade e gestão da qualidade. Cada dimensão é composta por uma série de indicadores com notas padronizadas para conformar seis índices, correspondentes às seis dimensões trabalhadas na pesquisa.

“O levantamento e cruzamento dos dados objetivos das 26 capitais é combinado também com uma pesquisa de opinião, desenvolvida em parceria com o Instituto de Pesquisa Ideia nas dez maiores capitais do Brasil. A amostra de entrevistados contou com mais de 3 mil pessoas que responderam a mais de 40 perguntas. O objetivo é entender como os cidadãos de São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Fortaleza, Belo Horizonte, Manaus, Curitiba, Recife, Goiânia e Belém avaliam os serviços prestados por suas Prefeituras”, diz o instituto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *