sábado, junho 22, 2024
NotíciasPolítica Local

Manaus está entre as piores capitais na oferta de água e tratamento de esgoto

Dados do Ranking do Saneamento 2024 apontam que Manaus é a sexta pior capital do Brasil na oferta de água e tratamento de esgoto. A capital amazonense fica à frente somente de Rio Branco (AC), Macapá (AP), Porto Velho (RO), São Luiz (MA) e Belém (PA).

Segundo o estudo realizado pelo Instituto Trata Brasil, em parceria com a consultoria GO Associados, Manaus trata apenas 21,79% do esgoto que gera. Isso quer dizer que os resíduos de menos de 500 mil habitantes da capital amazonense são devolvidos limpos para o meio ambiente.

O levantamento também mostra que 99,49% dos domicílios de Manaus têm água tratada, no entanto, apenas 26,06% dispõe de coleta de esgoto.

Na contramão desses números negativos aparece Maringá (PR), que lidera o ranking de saneamento básico e serve de exemplo para as demais cidades do país. O município do interior paranaense coleta 99,99% do esgoto e trata 100% dos resíduos dos 409,6 mil habitantes. Para completar, entrega água para 99,99% dos moradores da cidade.

Números

O levantamento, feito desde 2009, indica que “a falta de acesso à água potável impacta quase 32 milhões de pessoas, e cerca de 90 milhões de brasileiros não possuem acesso à coleta de esgoto”. A falta do saneamento básico se reflete em problemas de saúde para a população e aumento da demanda do sistema público de saúde.

No Brasil, pouco mais da metade do esgoto é coletada — 56% do total. Quanto ao tratamento dos resíduos, 52,2% passam por algum processo antes de voltar à natureza. Na prática, mais de 5.200 piscinas olímpicas de esgoto sem tratamento são despejadas diariamente em cursos d’água como rios e córregos, na terra ou no mar.

Com informações do Portal R7

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *