quarta-feira, junho 12, 2024
Notícias

Prefeitura tenta impedir fiscalização de Capitão Carpê no ‘cemitério’ das carteiras escolares

A Prefeitura de Manaus tentou impedir, nesta quinta-feira (18), a entrada do vereador Capitão Carpê (Republicanos) no depósito de materiais inservíveis da Secretaria Municipal de Educação (Semed). Ao ar livre estão cerca de 15 mil carteiras escolares que foram descartadas pela Prefeitura de Manaus, tornando o local uma espécie de “cemitério” do objeto.

Ao chegar no local, o vereador enfrentou resistência para ter sua entrada autorizada, sendo inclusive negada pelos responsáveis. Carpê decidiu entrar mesmo sem o aval da Prefeitura e conversou diretamente com os servidores do depósito, que aceitaram que o parlamentar fiscalizasse o local.

No galpão, o vereador constatou que existem, além das carteiras escolares, diversos equipamentos como geladeiras, mesas, computadores e ares-condicionados parados.

No caso das carteiras, elas ficam amontoadas na parte externa do galpão, se deteriorando sob efeito do sol e da chuva.

“O que vemos aqui são carteiras que apenas precisam de uma reforma, mas que são úteis. O que está estragando elas é esse armazenamento irresponsável. Com tanto local precisando de doação uma cena dessas é muito triste” afirmou.

Denúncia
O vereador se dirigiu ao depósito um dia após repercutir nas redes sociais registros das carteiras escolares abandonadas.

Carpê se comprometeu a dar prosseguimentos à denúncia, exigindo da Prefeitura de Manaus explicações sobre a destinação e armazenamento dos materiais inservíveis.

Veja o vídeo:

Vídeo postado nas redes sociais do vereador

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *