quinta-feira, julho 25, 2024
NotíciasPolítica Local

Saullo Vianna na mira do União Brasil

O deputado federal Saullo Vianna entrou na mira do União Brasil, sigla da qual é filiado. Isso porque o presidente nacional da legenda, Antônio Rueda, emitiu um comunicado nesta semana proibindo que integrantes da agremiação partidária apoiem pré-candidatos majoritários de outros partidos.

Vianna, como a Coluna SEM MIMIMI informou no início de maio, virou a casaca e se debandou para o lado do grupo político do senador Omar Aziz (PSD), que tem o prefeito David Almeida (Avante) como pré-candidato à reeleição.

Nesta semana, inclusive, o parlamentar se pronunciou publicamente sobre o assunto e afirmou que tem alinhamento com o mandatário do município desde 2022, quando o União Brasil e o Avante integraram a mesma coligação.

Segundo o comunicado do União Brasil, quem desobedecer a determinação cometerá infração disciplinar e a prática de infidelidade partidária.
“Considerando a proximidade das eleições de 2024 e a necessidade de uma atuação mais afinada com os objetivos partidários que visam a obtenção do melhor resultado eleitoral possível, o União Brasil Nacional reforça a todos os dirigentes partidários, mandatários e filiados a proibição de apoiar pré-candidatos e candidatos de outros partidos políticos não coligados nos municípios onde o União Brasil disputará as eleições para cargos majoritários”, diz trecho do comunicado.

Estatuto

De acordo com o artigo 95 do Estatuto do União Brasil, é passivo de medidas disciplinares, inclusive de expulsão: “fazer campanha eleitoral para candidatos ou partidos adversários”.

Já o artigo 17 destaca que é dever do filiado “trabalhar pelos candidatos do partido e não se manifestar como oposição ao partido ou a seus candidatos”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *