domingo, junho 23, 2024
Política Local

Dirigente do PT pede ‘provas cabais’ contra Brazão, aliado do partido

O vice-presidente do PT, deputado federal Washington Quaquá (RJ), cobrou “provas cabais” para responsabilizar o conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ), Domingos Inácio Brazão pela morte da ex-vereadora Marielle Franco.

Domingos Brazão é um conhecido aliado do PT, inclusive apoiando campanhas como a de reeleição da petista Dilma Rousseff.

“Não vou nem dizer que é inocente nem culpado. Não vi ainda provas cabais. Será uma surpresa negativa (se ele estiver envolvido), porque é um negócio brutal. Eu acho que não é hora de apontar nenhum inocente sem que a gente tenha clareza de todas as circunstâncias”, declarou Quaquá em entrevista ao jornal O Estado de S.Paulo.

Prisões

A Polícia Federal (PF) prendeu no domingo (24) três pessoas suspeitas de envolvimento com a morte da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes.

Entre os presos estão, Domingos Brazão, o irmão dele, deputado federal Chiquinho Brazão (União-RS), e Rivaldo Barbosa, ex-chefe da Polícia Civil do Rio de Janeiro.

Domingos Brazão já foi vereador, deputado estadual por cinco mandatos consecutivos (1999 a 2015), e recentemente, conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ).

Fonte: Diário do Poder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *