domingo, junho 16, 2024
Política Local

Promotor investiga suposto desvio de merenda escolar na rede de ensino da Prefeitura de Manaus

O promotor do Ministério Público do Amazonas (MP-AM), Marcelo Pinto Ribeiro, da 55ª Promotoria Especializada na Proteção e Defesa dos Direitos Humanos à Educação, instaurou Procedimento Preparatório para investigar suposto desvio de merenda escolar na Escola Municipal Joaquim da Silva Pinto, localizada no bairro Crespo, zona sul de Manaus.

De acordo com o despacho publicado no Diário Oficial do Ministério Público (DOMP-AM), emitido na edição do dia 22 de maio de 2024, o promotor considerou o esgotamento do prazo da Notícia de Fato a qual se referia à denúncia de irregularidades e suposto desvio de merenda escola na unidade de ensino.

“Considerando o esgotamento do prazo para a instrução da Notícia de Fato, instaurar Procedimento Preparatório para apurar suposta insuficiência per capita do cardápio escolar na EMEF Joaquim da Silva Pinto”, determina o promotor.

Reforma

Em abril de 2023, o prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), disse que reformou a unidade escolar.

Segundo a Prefeitura de Manaus, a reforma custou quase R$ 1 milhão aos cofres públicos.

A unidade de ensino recém-inaugurada atende cerca de 520 estudantes dos Anos Iniciais e Finais, do Ensino Fundamental, bem como Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *