quarta-feira, junho 12, 2024
Política Local

Vídeo | Criticado por professora, David se defende atacando Governo do Estado

Durante evento no bairro Armando Mendes, na zona Leste de Manaus nesta terça-feira (7), o prefeito David Almeida (Avante) se defendeu de críticas dos professores afirmando que não deve um centavo para a classe e acusando o Governo do Amazonas de estar em débito com os profissionais da educação.

A fala foi em resposta a uma profissional do magistério que exibiu uma faixa com a frase: “Quem não respeita a educação, não merece reeleição.

“Esse recado não é para mim. Quem deve os professores não é a Prefeitura é o Governo”, afirmou David.

O mandatário do município destacou, ainda que Manaus é cidade do Norte e Nordeste que mais investe em educação e paga o terceiro melhor salário do Brasil para os professores.

“Nós respeitamos os profissionais da educação sim. Nós não devemos um centavo de data-base para ninguém. Quando eu cheguei tinha data-base atrasada. Eu paguei data-base das gestões anteriores, paguei as minhas e paguei as progressões e em três anos já colocamos 32% de recomposição salarial para os professores”, disse.

Embates

Durante seu mandato, David Almeida tem colecionado episódios de desgaste e atrito com a classe da educação.

As entidades sindicais e representativas, como o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Amazonas (Sinteam) e o Sindicato dos Professores e Pedagogos de Manaus (Asprom), manifestaram reiteradas vezes sua insatisfação com a gestão municipal, inclusive emitindo notas de repúdio a Almeida por não atender os pleitos da categoria.

O atraso no pagamento da data-base e o não pagamento do abono Fundeb aos profissionais da educação municipal foram os principais episódios que evidenciaram o rompimento de David com a educação municipal.

A insatisfação atingiu seu ápice em 2024, com a postura intransigente da Prefeitura de Manaus ao tentar conceder 1,25% de reajuste à categoria, visto como baixíssimo.

Após protestos, a Prefeitura retirou a proposta de tramitação da Câmara Municipal de Manaus (CMM), mantendo em 0% o reajuste para o corrente ano.

Veja o vídeo:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *