sábado, junho 22, 2024
Política Local

Wilson Lima dá início à nova fase de entrega de cartões do Auxílio Estadual Permanente em Manaus

O governador Wilson Lima deu início, nesta segunda-feira (30/01), à uma nova fase de entrega do Auxílio Estadual Permanente. Serão entregues mais de 2,2 mil cartões para famílias que passam a receber o recurso após atualização dos beneficiados, contemplando, assim, 300 mil famílias amazonenses com o crédito de R$ 150 mensais. O anúncio da nova fase foi feito no Centro Estadual de Convivência da Família (CECF) Teonízia Lobo, no bairro Mutirão, entre as zonas leste e norte.

“As famílias que estão recebendo podem ir a um mercadinho, supermercado, farmácia e utilizar esse cartão, tanto na capital, quanto no interior, e o diferencial é que em tempos anteriores entregava-se a cesta básica para quem estava no interior, comprada na capital. Dessa vez, a compra, o dinheiro, circulam no município. Então, todos os meses circula algo em torno de R$ 45 milhões”, destacou Wilson Lima.

O governador ressaltou que, assim que o recurso é liberado, todo dia 15 de cada mês, nas primeiras 12h são utilizados 50% dos valores, em média, ou seja, algo em torno de R$ 22, R$ 23 milhões de reais entra, imediatamente, em circulação nos comércios locais.

Ainda segundo governador, o gesto de famílias que procuram o governo estadual para devolver o auxílio por terem melhorado sua condição socioeconômica, mostra a generosidade dos amazonenses e o resultado positivo de políticas sociais do Estado, como financiamento a empreendedoras, oportunidades de empregos no Sine Amazonas e cursos de qualificação pelo Cetam.

Além do governador, estiveram presentes na solenidade secretários de estados, como da Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas), Kelly Patrícia Paixão; deputados estaduais, como Alessandra Campelo; vereadores, como Alan Campelo e Diego Afonso.

A quantidade de cartões a serem entregues faz parte, por exemplo, daqueles casos de famílias que não se enquadram mais nos critérios para receber o benefício e solicitaram que fossem retiradas da lista de atendidos pelo programa.

Receberam os cartões das mãos do governador os senhoras e senhores Dioneide Franco de Castro, Aline Ferreira Mota, Isabela Randa de Souza, Marlene Laborda de Melo, Adriana Menezes dos Santos, Lidiane Thiago dos Santos, Benedito Carlos Campos Bezerra, Juliana Correia Silva, Arlene dos Santos Negreiros e Zeli Alves Souza.

“Eu pensei que fosse trote. Eu estava fazendo hemodiálise na hora que ligaram e perguntaram para mim, só que eu pensei que não fosse verdade”, comentou Dioneide Castro, 39, moradora do bairro Jorge Teixeira, zona leste. “Vai ajudar a comprar meu ranchinho para os meus filhos. Eu não trabalho. Meu marido trabalha, mas nem toda a vez dá para a gente estar comprando as coisas”, completou.

Prazo de entrega

Ao todo, 2.245 cartões serão entregues pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas), até o próximo sábado (04/02), das 8h às 15h, no Centro Estadual de Convivência da Família (CECF) Teonízia Lobo, no bairro Mutirão, entre as zonas leste e norte da capital.

Auxílio Permanente

O primeiro pagamento do Auxílio Estadual Permanente aconteceu em novembro de 2021. Os critérios para o recebimento do auxílio permanecem os mesmos. Entre eles: ser responsável familiar com 18 anos de idade ou mais; famílias, preferencialmente, beneficiárias do programa Bolsa Família e que se encontram em situação de pobreza ou extrema pobreza. A renda per capita familiar deve ser de até meio salário-mínimo.

Também possuem prioridade famílias em que há pessoa com deficiência e em que o responsável familiar é idoso, além daquelas chefiadas por mulheres. A quantidade de descendentes – filhos, enteados, netos e bisnetos – também é critério para escolha dos beneficiários do auxílio.

O Auxílio Estadual Permanente é o maior programa de transferência de renda da história do Amazonas e garante segurança alimentar da população em situação de pobreza e extrema pobreza. Além de assegurar a dignidade de quem mais precisa, o programa impulsiona o aquecimento econômico de pequenos comerciantes, incrementando a economia dos 62 municípios do Amazonas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *