quinta-feira, julho 18, 2024
Política Nacional

De olho nas eleições, PT troca vermelho pelo verde e amarelo

O tradicional vermelho do PT está sendo deixado de lado nas recentes peças publicitárias do partido. A estratégia é abandonar – pelo menos na identidade visual – a cor que liga ao progressismo. Para isso, os estrategistas da sigla estão adotando o verde, amarelo e azul, muito utilizado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), que se apropriou das cores da bandeira do Brasil e do discurso patriótico.

Segundo matéria publicada pelo jornal O Globo neste domingo (26), o movimento é mais evidente no Sudeste e no Centro-Oeste, regiões onde o presidente Lula perdeu para Jair Bolsonaro em 2022.

O secretário de comunicação do PT, deputado Jilmar Tatto (SP), diz que as campanhas municipais devem se preocupar com as características da eleição local para definir a estratégia, mas ressalta que o verde e amarelo não pode ser esquecido.

“Tem uma orientação de a gente não deixar que o outro lado se aproprie das cores verde e amarela. Mas cada campanha tem as suas características de acordo com a cidade. A bandeira do Brasil é do povo brasileiro. E nós não vamos abrir mão”, disse Tatto.

O PT planeja ainda lançar em breve uma campanha para atrair novos filiados, cujo material trará as cores da bandeira nacional em destaque. Já em relação às disputas municipais, por restrições da legislação eleitoral, os postulantes ainda não podem se apresentar diretamente como candidatos. Em alguns locais, os nomes que almejam concorrer criaram movimentos para poderem organizar as atividades de pré-campanha.

Na capital de Minas Gerais, o deputado federal Rogério Correia está à frente do movimento “BH pode mais”. O logotipo utilizado tem espaço maior para as cores verde, amarela e azul do que para o vermelho. Em 2022, Bolsonaro venceu em Belo Horizonte por 54,25% dos votos válidos no segundo turno contra 45,75% de Lula.

Correia diz que o destaque dado ao verde tem relação com as propostas que pretende apresentar para a cidade.

“É pauta essencial para Belo Horizonte a questão ambiental e temos propostas inovadoras na área”, destacou.

Em Goiânia, a deputada federal Adriana Accorsi também montou um movimento. O logotipo do “Somar por Goiânia” privilegia o verde, apesar de também contar com o vermelho, o rosa, o laranja e dois diferentes tons de azul. Bolsonaro teve 63,95% dos votos válidos na capital goiana em 2022 e Lula, 36,05%.

Em Vitória, outra capital onde o ex-presidente saiu vitorioso na eleição de 2022 (54,70% x 45,30%), o pré-candidato do PT, João Coser, tem usado o amarelo, o verde e o azul com mais destaque em seu material.

Fonte: O Globo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *