domingo, junho 23, 2024
Política Nacional

Governo Lula tem pior nível de aprovação desde o início do mandato, aponta pesquisa

Pela primeira vez desde o início do mandato, a taxa de desaprovação do governo Lula superou numericamente o índice de aprovação. Segundo um levantamento do PoderData, divulgado nesta semana, a gestão do petista é desaprovada por 47% dos eleitores e aprovada por 45%.

Tecnicamente os números estão empatados quando se considera a margem de erro da pesquisa, porém, revelam a trajetória de queda do índice de aprovação do governo Lula, que atingiu seu menor patamar neste mês de maio.

No total, a aprovação caiu 7 pontos percentuais desde o início do mandato, quando o governo tinha 52% de avaliação positiva. 

Já o percentual dos que desaprovam o governo Lula subiu 8 pontos percentuais desde janeiro de 2023, quando 39% dos eleitores avaliavam o governo negativamente. 

Segundo o levantamento, os percentuais dos que consideram o trabalho pessoal de Lula “ótimo/bom” também apresentam uma trajetória de queda, passando de 36%, em janeiro de 2024, para 28% em maio.

Já o grupo que considera o trabalho pessoal do presidente “ruim/péssimo” se manteve estável quando considerada a margem de erro. O índice tem oscilado de 35% a 37% desde janeiro de 2023.

Comparação com Bolsonaro

Ainda, de acordo com a pesquisa, a taxa de eleitores que dizem preferir o governo do presidente Lula ao do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) despencou 13 pontos percentuais desde janeiro de 2024.

No início deste ano, 51% dos eleitores declararam que a gestão de Lula era “melhor” que a de Bolsonaro. Em março, a taxa caiu para 44% e agora está em 38%. É o menor patamar desde o início do mandato.

Os pesquisadores realizaram 2.500 entrevistas com eleitores maiores de 16 anos por meio de ligações para celulares e telefones fixos em 211 municípios nas 27 unidades da Federação, de 25 a 27 de maio de 2024. A margem de erro é de 2 pontos percentuais e a confiança é de 95%.

Fonte: Gazeta do Povo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *