domingo, junho 16, 2024
Política Nacional

Lula comete crime eleitoral ao pedir votos para Boulos

O presidente Lula (PT) cometeu crime eleitoral explícito nesta quarta-feira, 1º de maio, ao pedir votos para o deputado federal e pré-candidato à prefeitura de São Paulo Guilherme Boulos (PSOL-SP). O fato ocorreu na capital paulista, em evento do Dia do Trabalho, convocado pelas centrais sindiciais.

“Cada pessoa que votou no Lula em 1989, 1994, 1998, 2006, 2010, 2018 e 2022 tem que votar no Boulos para prefeito de São Paulo”, disse.

O mandatário da nação destacou que Boulos está disputando a prefeitura da maior cidade do País com os adversários da esquerda.

“Esse jovem está disputando uma verdadeira guerra aqui em São Paulo. Ele está disputando com nosso adversário nacional, contra nosso adversário estadual e contra nosso adversário municipal”, disse.

Resposta

À CNN Brasil, o prefeito Ricardo Nunes (MDB), pré-candidato à reeleição, se disse “perplexo” com as declarações de Lula. Nunes não compareceu ao evento.

Em nota, o MDB disse que o advogado do diretório municipal do partido, Ricardo Vita Porto, “vai promover as medidas jurídicas cabíveis”, buscando uma multa para Lula e Boulos sobre o episódio. Segundo a nota, houve “propaganda eleitoral antecipada, uma vez que houve pedido expresso de votos”.

Com informações da CNN Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *