domingo, junho 16, 2024
Política Nacional

Secom de Lula institucionaliza ‘amor’ por Bolsonaro

Desprezando o Princípio da Impessoalidade na Administração Pública, a Secretaria de Comunicação Social (Secom) do Governo Lula (PT), aproveitou a operação da Polícia Federal contra o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) nessa segunda-feira (29), para debochar e demonstrar todo seu “amor” à família Bolsonaro.

O perfil da Secom no X (antigo Twitter), publicou a hashtag #GRANDEDIA – expressão costumeiramente utilizada pela família Bolsonaro -, em postagem sobre o novo salário mínimo que dizia: “só notícia boa!”.

A conta Governo do Brasil no Instagram fez outra alusão aos adversários do presidente petista, ao usar o bordão “toc, toc, toc…” em postagem sobre a visita de agentes comunitários para combater o mosquito da dengue.

“Quando os agentes comunitários de saúde baterem à sua porta, não tenha medo, apenas receba-os. Com o aumento nos números de casos de dengue no país, o trabalho dos agentes comunitários de saúde é essencial para a prevenção da doença”, diz a mensagem, ilustrada com uma mão que bate a uma porta com o “Toc, toc, toc…” (foto).

Reincidência

Não é a primeira vez que contas oficiais do governo Lula nas redes sociais são usadas dessa forma. Em março de 2023, o perfil da Secom no X ironizou Jair Bolsonaro pelo caso das joias sauditas. 

“Fez uma viagem internacional e trouxe umas coisinhas? Siga as regras e não tenha problemas com a Receita Federal”, dizia uma das postagens.

Justificativa

O ministro-chefe da Secom, Paulo Pimenta (PT), tentou justificar a abordagem: “É difícil para quem raciocina em uma linguagem analógica tradicional entender o papel dos algoritmos nas ‘janelas de oportunidades e fluxos’ que a comunicação digital precisar considerar. É como se tivesse um trem em alta velocidade passando. Se eu ficar na frente sou atropelado. Se eu embarco junto, viajo na velocidade do trem, e levo junto a minha mensagem”.

Com informações do O Antagonista

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *