quinta-feira, junho 20, 2024
Política NacionalSem mimimi

Começou de verdade o ano eleitoral

Por mais que o processo de formação de chapas e alianças com vistas às eleições deste ano tenha sido antecipado, com movimentações já em outubro de 2023, passado o carnaval, de fato, as articulações entram a partir de agora em um estágio mais avançado.
Como quase tudo tudo no Brasil só acontece depois da folia, os últimos dias de fevereiro e o início de março tendem a ser movimentados, tanto em âmbito local quanto nacional.

Nacionalização
Afinal, essa já pode ser considerada a eleição municipal mais nacionalizada da história, com o presidente Lula (PT) e o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) colocando seus times em campo para eleger prefeitos e vereadores, obviamente pensando em 2026.

Projeto audacioso
O PL, por exemplo, tem um projeto audacioso de eleger pelo menos mil prefeitos. Para isso, obviamente, se ancora na popularidade de Bolsonaro e na força da recém-nascida direita verde e amarela.

Vai ou racha?
Falando em PL, segundo fontes da coluna SEM MIMIMI, o presidente da sigla, Valdemar Costa Neto, espera até o último dia desse mês uma sinalização do prefeito David Almeida (Avante) sobre uma filiação ou aliança com a legenda.

Caminho livre
Ainda no ano passado, Costa Neto deu sua palavra ao mandatário da capital amazonense. No entanto, teria estipulado esse prazo para a definição. Caso não obtenha resposta, deixará o caminho livre para o PL redefinir seus rumos.

Capitão pronto
Essa movimentação é de total interesse do deputado federal Capitão Alberto Neto, que já conta com o aval de Bolsonaro para ser candidato a prefeito de Manaus pelo PL.
Ele, inclusive, já está com o esboço de campanha pronto para a uma vez dado o aval, “cair de cabeça” nas articulações e ações.

Definição
Ainda em âmbito local, está marcada para este mês a definição final sobre a candidatura do deputado federal Amom Mandel (Cidadania) à Prefeitura de Manaus.
Após idas e vindas, ele afirmou ao presidente da federação PSDB-Cidadania, Plínio Valeiro, que tomará a decisão.

Vai ser!
Fonte da SEM MIMIMI afirma categoricamente que Amom será candidato. E os números das recentes pesquisas de intenção de votos respaldam tal decisão.

Movimentação
O restinho de fevereiro e início de março também será movimentado para os candidatos a vereador, já que, no próximo mês abre-se a janela partidária, período que os postulantes poderão mudar de partido pensando nas estratégias para o pleito.

Troca-troca
Tradicionalmente, os vereadores com mandato utilizam essa janela para além de mudar simplesmente de partido, se “abrigar” em siglas aliadas dos candidatos majoritários dos quais pedirão votos.

Exemplo
Um exemplo que pode ser dado como certo é do vereador Lissandro Breval, que atualmente faz oposição ao prefeito David Almeida, mas é filiado ao Avante, do qual o chefe do Executivo Municipal é presidente no Amazonas.

Eu vou
O ex-prefeito de Manaus e ex-senador da República, Arthur Virgílio Neto, afirmou, em postagem no X (antigo Twitter), que apoia e irá a participar da manifestação convocada por Bolsonaro, que será realizada no próximo dia 25, na Avenida Paulista em São Paulo.

‘Pela liberdade’
Segundo Arthur Neto, Bolsonaro fez bem ao convocar a população para ir às ruas de forma ordeira e destacou que o ato é pela paz e liberdade do País.
“Não é apenas um direito do povo. Essa boa forma de orientação é um dever da cidadania, do espírito democrático e do desejo de união de todos os brasileiros é uma obrigação daqueles que prezam por fortalecer, sempre mais a nossa democracia. É um ato pela paz, pela liberdade e pelo desenvolvimento que o Brasil tanto merece. Até lá, então, brasileiras e brasileiros!”, escreveu.

Direita….
Ferrenho opositor de Lula (PT) desde os primeiros governos do petista, Arthur Neto passou a fazer acenos à direita bolsonarista em 2022, quando à época da campanha eleitoral pediu votos para o representante conservador.

….bolsonarista
De lá para cá, deixou o PSDB – partido que ajudou a fundar – e se tornou ativo nas redes sociais, sempre com críticas ao atual governo e elogios a Bolsonaro.

Prospectando
O governador Wilson Lima (União Brasil) segue na Inglaterra prospectando investimentos para o Amazonas. Nessa quarta-feira (13), enquanto a maioria dos políticos brasileiros curtiam o carnaval, o mandatário do Estado apresentou a investidores o potencial da comercialização de créditos de carbono gerados no Amazonas.

Lide
A apresentação foi durante seminário promovido pelo Lide (Grupo de Líderes Empresariais), em Londres, onde Wilson também apresentou a capacidade de geração de créditos do Amazonas para representantes de instituições financeiras.

Capacidade
O governador destacou que o estado possui atualmente 809,6 milhões de toneladas em estoque, com potencial de captação de R$ 2,4 bilhões, que deverão ser usados para financiar projetos de desenvolvimento sustentável, por meio do programa Amazonas 2030.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *