domingo, junho 16, 2024
Política LocalSem mimimi

David, Amom e Cidade agradecem

Nova eleição, velho problema.
Assim como em 2020, a direita manauara disputará o pleito deste ano desunida.
Ou seja, o fracasso pretérito não serviu de lição e certamente está deixando o atual prefeito David Almeida (Avante), o deputado federal Amom Mandel (Cidadania) e o deputado estadual Roberto Cidade (União Brasil) ainda mais confortáveis.

Treta
Em mais um capítulo da treta infinita entre os dois principais interlocutores de Jair Bolsonaro (PL) no Amazonas, nessa quinta-feira (25), o pré-candidato a prefeito, Capitão Aberto Neto (PL), chamou Coronel Menezes (PP) de “baba ovo”.

Resposta
A fala foi em resposta a um comentário que o militar da reserva do Exército fez nas redes sociais de Alberto. Menezes afirmou que a candidatura à Prefeitura do parlamentar federal não irá prosperar.

Acusação
E foi categórico ao dizer que Alberto Neto vai recuar porque “não tem tamanho” e “seus interesses são outros”.

Reafirmação
Foi então, que em tom provocativo e fazendo menção, inclusive, à careca do seu desafeto, que Capitão Alberto Neto reafirmou sua pré-candidatura e destacou que é o escolhido por Bolsonaro para governar Manaus.

Mensagem ruim
O fato é que a briga entre os dois passa uma mensagem ruim ao eleitorado de direita, que fica perdido ao não saber em quem acreditar, já que, um tenta descredibilizar o outro.

Burrice
E isso é uma burrice sem igual, já que, sequer ambos disputarão o mesmo voto. Alberto pleiteia a Prefeitura e Menezes uma cadeira na Câmara Municipal de Manaus (CMM).

Prova dos 9
A prova dos 9 de que essa desavença é não agrega nada há ninguém são os comentários nas várias publicações no Instagram sobre o fato. É muita gente desapontada!

Queda de braço
Outra “briga” que acontece nessa pré-campanha é entre David Almeida e o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), Roberto Cidade (União Brasil). E o prêmio para o vitorioso do embate será o apoio do Republicanos.

Evangélicos
A sigla, que tem quatro vereadores na Câmara Municipal e Manaus (CMM), é bastante influente em duas das principais igrejas evangélicas do Estado: Universal e Assembleia de Deus.

Maioria
Os evangélicos, vale lembrar, representam mais da metade (55,7%) dos eleitores aptos a votar em Manaus.

Cobrança
Após a CMM aprovar o empréstimo de R$ 580 milhões da Prefeitura junto ao Banco do Brasil, o presidente da Casa, vereador Caio André (União Brasil), voltou a cobrar informações nos gastos dos outros três empréstimos já contraídos pelo executivo municipal entre 2021 e 2023.

Transparência
Entre os problemas apresentados pelo parlamentar, está a falta de transparência nos dados exatos das 10 mil ruas que deveriam ter sido asfaltadas pelo programa Asfalta Manaus.

Codam
A 307ª Reunião Ordinária do Conselho de Desenvolvimento do Amazonas (Codam), realizada nesta quinta-feira (25), aprovou 38 projetos industriais com investimentos estimados em R$ 1,28 bilhão, os quais irão gerar 1.069 empregos nos próximos três anos, além de realocar 394 dentro da própria indústria.

BYD
Dentre os projetos aprovados, 13 são de diversificação das plantas industriais de empresas já instaladas no Polo Industrial de Manaus (PIM), como o da subsidiária brasileira BYD, que iniciará uma nova linha de produção de baterias de fosfato de lítio para uso em ônibus elétricos, com um investimento de R$ 154,1 milhões, aproveitando 61 postos de trabalho já existentes na própria fábrica

Articulação
Esse investimento para o PIM é resultado da articulação do governador Wilson Lima, durante agenda na China em janeiro deste ano, com o objetivo de ampliar os investimentos de origem asiática no Polo Industrial do estado.

Novas empresas
Também foram aprovados na reunião 21 projetos de novas empresas interessadas em se instalar no PIM, como a BioAmazonas, para a produção de medicamentos sólidos de uso humano em comprimidos, com um investimento previsto de R$ 358,6 milhões e a criação de 54 novos postos de trabalho, e a empresa KTM do Brasil, com investimento de R$ 97 milhões, prevendo a criação de 106 novos postos de trabalho para a produção de motocicletas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *