quarta-feira, junho 12, 2024
Sem mimimi

Defesa de ‘rachadinha’ e sumiço

O deputado federal Sidney Leite (PSD) foi um dos 12 parlamentares que votaram para livrar André Janones (Avante-MG) da cassação de seu mandato pela prática de “rachadinha”.

A deliberação aconteceu nessa quarta-feira (5), na Comissão de Ética da Câmara, em Brasília.

Após a votação – que acabou em confusão generalizada – o amazonense foi duramente criticado nas redes sociais e decidiu excluir a conta no Instagram.

Das duas uma

A postura demonstra que Leite ou ficou envergonhado com a própria postura ou que, como representante do povo, não gosta de ouvir o que a população tem a dizer.

Votação

Ao todo, 18 deputados votaram. Cinco pela cassação de Janones e 12 para manutenção do mandato, entre eles Júnior Lourenço, do PL do Maranhão.

Expulsão

O voto, inclusive, desagradou a ala bolsornarista do Partido Liberal que já pressiona a direção da sigla pela expulsão do maranhense.

Esquerda

Majoritariamente aqueles que decidiram “passar pano” para a rachadinha de Janones são políticos de esquerda, incluindo o relator do caso, o deputado Guilherme Boulos (Psol-SP), que é pré-candidato a prefeito de São Paulo apoiado pelo presidente Lula (PT).

Mudança

Boulos, vale lembrar, publicou um tuíte em outubro de 2021 afirmando que “Rachadinha é corrupção. E mais de tantas razões para Bolsonaro ir pra cadeia!”.

Pois é, nada como o tempo não é mesmo?

O caso

Apresentado pelo Partido Liberal, a representação no Conselho de Ética acusava o deputado mineiro de praticar o esquema ilegal conhecido como rachadinha, que é a prática da retenção de parte dos salários dos funcionários. A denúncia teve como base reportagens e áudios de ex-assessores de Janones.

Taxação

Falando em Congresso Nacional, o Senado aprovou o Projeto de Lei que taxa em 20% as compras internacionais de até 50 dólares (Cerca de R$ 265 no câmbio dessa quarta-feira).

Jabuti

A medida foi inserida como um “jabuti” no Projeto de Lei (PL) que estabelece o Mover (Programa de Mobilidade Verde e Inovação). O termo é usado quando são inseridos dispositivos em projetos que não têm relação com o texto.

Dia D

Nesta quinta-feira (6), se encerra o prazo para que ocupantes de cargos públicos deixem a administração para disputar a eleição como prefeito ou vice.

Parceiro

A data é importante porque indicará o possível parceiro de chapa do atual prefeito, David Almeida (Avante).

De olho

Ou seja, é preciso ficar de olho no Diário Oficial do Município (DOM), já que, o secretário de Infraestrutura, Renato Júnior (Avante), e o secretário de Habitação, Jesus Alves (MDB), são cotados.

Blindado

Por falar em Renato Júnior, ele foi blindado pela base aliada da Prefeitura na Câmara Municipal de Manaus (CMM) de ser convocado para explicar o motivo da reforma da feira do Santo Antônio não ter se concretizado.

Treta

Em meio a treta entre opositores e aliados de David Almeida, o requerimento de autoria do vereador Rodrigo Guedes (PP), foi rejeitado por 19 votos a 11.

Sem palavra

Em duas oportunidades – em 2021 e 2023 – Renato Junior prometeu aos feirantes que a reforma sairia do papel. O local, inclusive, pegou fogo no final do ano passado e à época o braço-direito de David Almeida prometeu que a revitalização ficaria pronta em maio deste ano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *