quarta-feira, junho 12, 2024
NotíciasPolítica LocalSem mimimi

Direita bolsonarista se aproxima de Roberto Cidade

Diante do impasse sobre a chapa puro sangue do Partido Liberal (PL), o deputado federal Capitão Alberto Neto e Coronel Menezes, os dois principais expoentes da direita bolsonarista no Amazonas, decidiram fazer um movimento de aproximação ao presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Roberto Cidade (União Brasil), na última semana.
Na sexta-feira (15), no lançamento do Festival Folclórico de Parintins, Alberto sentou lado a lado com Cidade na festa ocorrida no Teatro Amazonas.
Já no sábado (16), quando o chefe do parlamento estadual tomou posse como presidente municipal do União Brasil, foi Menezes quem apareceu ao lado de Cidade, que também almeja ser candidato a prefeito da capital.

Prestigiados
O fato é que tanto Alberto quanto Menezes têm prestígio junto ao grupo de Cidade, que é liderado pelo governador do Amazonas, Wilson Lima.

Pra cima
Além da boa relação com a dupla da direita, a liderança do União Brasil local tem ciência da força do bolsonarismo na capital e sabe que uma aliança com a Alberto e Menezes tem potencial de alavancar uma candidatura majoritária.

Estratégia
Essa aproximação também é estratégica e tem dois objetivos específicos:

1 – Forçar a decisão final da liderança do PL (leia-se: Valdemar Costa Neto e Alfredo Nascimento)
2 – Deixar o terreno preparado para uma aliança com Cidade caso o Partido Liberal abra mesmo as portas para o prefeito David Almeida (Avante).

Nova casa
Para isso, inclusive, Menezes já estuda a possibilidade de trocar de partido. À coluna SEM MIMIMI, ele afirmou que tem conversas avançadas com duas siglas.

Fora
E destacou que não fica um único minuto no PL se o partido abrigar mesmo David Almeida, como está se desenhando.

Reunião agendada
O que se comenta nos bastidores é que o imbróglio chega ao fim nessa semana. Há, até mesmo, uma reunião agendada entre Alberto Neto, Alfredo Nascimento e Valdemar nesta terça-feira (19), em Brasília.
A informação é do analista político Bryan Dolzane.

Força
Falando em Cidade, o presidente da Aleam mostrou toda sua força de articulação ao assumir a presidência do União Brasil em Manaus e provou, no evento realizado no último sábado (16), na quadra da Escola de Samba Aparecida, que goza de prestígio junto à classe política do estado.

Presenças
Participaram do evento 13 vereadores de Manaus, 12 deputados estaduais e 31 prefeitos do interior.

Lista
Dos vereadores, marcaram presença: Thaysa lippy (PP); Raiff Matos (DC), Everton Assis (União Brasil); Glória Carrate (PSB); Bessa (SDD); Yomara Lins (PRTB); Ivo Neto (PMB); Marcelo Serafim (PSB); Daniel Vasconcelos (Podemos); Lissandro Breval (Avante); Diego Afonso (União Brasil); Capitão Carpê (Republicanos) e o presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), Caio André (Podemos).

Colegas
Entre os colegas de parlamento estadual estiveram na festa: Felipe Souza (PRD); Adjuto Afonso (União Brasil); Alessandra Campêlo (Podemos); Dr. George Lins (União Brasil); Rozenha (PMB); Mario César Filho (União Brasil); Thiago Abrahim (União Brasil); João Luiz (Republicanos); Débora Menezes (PL); Dr. Gomes (Podemos); Carlinhos Bessa (PV) e Cristiano D’Angelo (MDB).

Preparado
Em seu discurso, Roberto Cidade destacou que se sente preparado para a missão de presidir o União Brasil e reafirmou que seu nome está a disposição da sigla para ser candidato a prefeito.

Afastados
Mesmo sendo do União Brasil, os deputados federais Pauderney Avelino e Saullo Vianna não foram ao evento da sigla.

Sem clima
Pauderney segue “sem clima” após ter tentando uma manobra para tirar Wilson Lima da presidência do partido no ano passado. Foi perdoado pelo governador, mas decidiu ficar distante.

Aliado de David
Já Saullo, que é aliado de David Almeida, tem evitado aparecer ao lado de Cidade, uma vez que, o presidente da Aleam se tornou um ferrenho crítico da gestão municipal.

Sucesso de vendas
A pré-venda da linha de perfume do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) foi um sucesso, com todas as unidades vendidas no intervalo de apenas seis horas na última quinta-feira (14).

Lançamento
O item, que será lançado no dia 21 de março, quando o ex-presidente completará 69 anos, está à venda na loja do maquiador Agustin Fernandez, amigo da ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro.

Valor
No primeiro momento, o perfume foi vendido por R$ 197, com desconto de 20% em relação ao preço que deve ser praticado oficialmente, ou seja, perto de R$ 250. A fragrância é descrita como uma mistura entre laranja, limão-taiti e tangerina, além de ter a “suculência da bergamota e a sofisticação do limão siciliano, enquanto o néroli adiciona um toque floral delicado”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *