domingo, junho 16, 2024
Política LocalSem mimimi

Em visita à CMM, Capitão Alberto Neto discursa em tom de pré-candidatura

O deputado federal Capitão Alberto Neto (PL) visitou, nessa segunda-feira (22), a Câmara Municipal de Manaus (CMM) e discursou em tom eleitoral na tribuna da Casa.
O parlamentar, que se coloca como pré-candidato à Prefeitura da capital, elogiou a atuação dos vereadores, fez críticas ao governo Lula (PT) e também subiu o tom contra os recentes aumentos de impostos promovidos pelo executivo municipal, como o IPTU e a passagem de ônibus.

Pluralidade
Alberto Neto afirmou que somente um “político burro” deixaria de valorizar a CMM, que chamou de uma casa plural, e fez questão de falar o nome de cada um dos parlamentares presentes na sessão.

Elogios
Alguns vereadores, o deputado federal exaltou as qualidades, como os oposicionaistas Capitão Carpê (Republicanos) e Rodrigo Guedes (Podemos).
“A oposição é salutar. Só não existe oposição em ditaduras”, disse.

Piorou
Em uma cidade de maioria bolsonarista, Alberto Neto exaltou os feitos da gestão de Jair Bolsonaro (PL) e afirmou que em menos de seis meses, o governo petista tem destruído a economia do País e colocado o Brasil em situação constrangedora diante das nações.

À direita
Nitidamente à vontade na CMM, o deputado federal fez uma gracinha com o presidente Caio André (PSC), ao ser chamado para subir à tribuna.
“Vou à tribuna que fica do lado lado direito. Esquerda nunca”, disse.

Aplausos
Ao fim de seu discurso, no qual criticou a decisão do Ibama de proibir estudos para exploração de petróleo na foz do Rio Amazonas, Capitão Alberto Neto foi aplaudido pelos vereadores.

Disputa interna
O deputado, vale lembrar, trava uma disputa interna contra Coronel Menezes (PL), que também tem pretensão de disputar a eleição para Prefeitura de Manaus.

Pós…
Alberto Neto tem em seu favor o fato de estar investido em cargo, o que normalmente é levado em consideração na hora da escolha do candidato majoritário.

…E contras
Pesa contra o deputado, no entanto, o fato de Menezes ter tido mais de 500 mil votos na capital no pleito passado, aparecer na frente nas pesquisas de intenções de voto e ser compadre de Jair Bolsonaro, que, ao que tudo indica, será o principal cabo eleitoral do PL na eleição municipal.

Quarta derrota
Falando em disputa interna, o ex-deputado federal Pauderney Avelino teve sua quarta derrota contra Wilson Lima nessa segunda-feira (22).

Lista
Após ser destituído do cargo de presidente do União Brasil no Amazonas por decisão da 5ª Vara Cível do Amazonas e ter sido demitido do cargo de Secretário de Desenvolvimento, Tecnologia e Inovação, o político viu a decisão de primeira instância ser referendada pela desembargadora Socorro Guedes e ainda por cima teve que engolir uma nota da Executiva Nacional da legenda confirmando que eleição que o reconduziu ao cargo foi irregular.

Lembrando o caso
No último dia 26 de abril, Pauderney realizou uma eleição para o diretório estadual do União Brasil. No entanto, o evento não teve a publicidade necessária, não contou com a presença dos principais nomes da sigla do Estado e nem do governador Wilson Lima.
Além disso, foi feita em Parintins e não na sede do partido, conforme prevê o estatuto.

Constrangimento
Pauderney, inclusive, passou um constrangimento sem precedentes durante uma coletiva de imprensa que organizou para dar a sua versão sobre a eleição suspensa pela Justiça.
Durante o evento o político foi informado da decisão em segunda instância e também da nota da executiva nacional.

Incrédulo
Ao ser indagado por uma jornalista sobre os temas, Pauderney ficou sem resposta e incrédulo apenas disse: “estou achando estranho que o Bivar tenha…”
Nem conseguiu completar a frase.

Pregação
Após receber o Título de Cidadã Amazonense nessa segunda-feira (22), a cantora Joelma, ex-banda Calypso, subiu à tribuna da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), e fez quase que uma pregação da palavra de Deus.
A artista destacou a importância do perdão, da oração e clamou que as pessoas “olhem mais para o alto e amem mais”.

Sem máscara
Joelma lembrou que contraiu coronavírus cinco vezes e quase morreu em decorrência do vírus. Disse, inclusive, que contrariando orientação médica, estava se “libertando” do uso de máscaras.
“Usei a máscara o tempo todo e peguei cinco covids e agora estou deixando a máscara. Estou superando a máscara em nome de Jesus”, disse.

Repúdio
Por falar em Aleam, o presidente da Casa, deputado Roberto Cidade (União Brasil), repudiou da tribuna os ataques racistas recebidos pelo atacante Vinicius Jr, do Real Madrid, durante jogo contra Valência pelo Campeonato Espanhol.

Racismo, não!
“Não podemos mais admitir que, nos dias de hoje, ainda se presencie atos de racismo como o sofrido pelo Vinícius Junior, mas, mais do que repudiar esse ato lamentável, o que quero é ajudar para que as pessoas tenham mais consciência de que o que aconteceu é crime”, destacou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *