quinta-feira, junho 20, 2024
Política LocalSem mimimi

Janela partidária modifica bancadas na CMM e David Almeida perde aliados

Com o fim da janela partidária – período em que os vereadores podem mudar de partido sem sofrer punições da Justiça Eleitoral – as bancadas na Câmara Municipal de Manaus (CMM) sofrem significativas modificações.
Entre as várias mudanças, duas chamaram atenção e mexem com os interesses do prefeito de Manaus, David Almeida (Avante): as saídas de Marcel Alexandre do Avante para o PL e de Roberto Sabino do Podemos para o Republicanos.
Isso porque ambos, que sempre foram aliados de primeira ordem do chefe do executivo municipal, agora integram siglas de oposição.

Resumindo
Isso quer dizer que tanto Marcel quanto Sabino, por mais que não passem a ser opositores ferrenhos de David na CMM, serão obrigados a votar de acordo com a orientação da liderança de seus partidos nas deliberações de Casa.

Requerimentos
Um exemplo do que pode e deve acontecer é a orientação para votação favorável aos vários requerimentos que solicitam informações da administração municipal, como a lista atualizada de ruas pavimentadas pelo programa Asfalta Manaus.

De leve
Em entrevista ao site O Poder, Marcel destacou que foi para o PL por influência do ex-presidente Jair Bolsonaro, que conversou com David Almeida e que o prefeito entendeu seu posicionamento. No entanto, rechaçou se tornar uma pedra no sapato do mandatário do município.

Mudanças
Ao todo, 24 dos 41 vereadores mudaram de legenda durante a janela partidária.

Maior
Com a reconfiguração, o Avante, do prefeito David Almeida, ficou com cinco vereadores, se tornando a maior bancada da CMM.

Na sequência
A segunda maior é a do União Brasil, do presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Roberto Cidade, com quatro integrantes.

Os nomes
Abaixo, segue os partidos e os nomes dos respectivos vereadores.

União Brasil
Caio André
Professora Jacqueline
Diego Afonso
Everton Assis

Avante
David Reis
Gilmar Nascimento
Eduardo Assis
Eduardo Alfaia
Joelson Silva

PL
Capitão Carpê
Raiff Matos
Marcel Alexandre

Republicanos
Márcio Tavares
João Carlos
Roberto Sabino
Daniel Vasconcelos

Progressistas
Lissandro Breval
Rodrigo Guedes

MDB
Luis Mitoso
Kennedy Marques
Raulzinho
Isaac Tayah

Agir
Dione Carvalho
Rosinaldo Bual
Alonso Oliveira

PSB
Marcelo Serafim
Glória Carratte
Elissandro Bessa

Democracia Cristã
Elan Alencar
Wallace Oliveira

Podemos
Allan Campelo
Yomara Lins

PSDB
Rosivaldo Cordovil

PT
Sassá da Construção Civil

PSD
Fransuá Matos
Jander Lobato
Professor Samuel

PMB
Ivo Neto

Cidadania
William Alemão

PV
Jaildo Oliveira

PRD
Thaysa Lippy

Indecisos
Falando em eleição, pesquisa do Direto ao Ponto publicada nessa segunda-feira (8), apontou que 69,2% dos eleitores da capital ainda não sabem em quem votar para prefeito. Isso a seis meses das eleições de outubro, o que comprova que a população em geral ainda não está preocupada com o pleito.

Espontâneo
A porcentagem foi na análise espontânea, quando o eleitor é perguntado em quem irá votar sem apresentar os nomes. Neste estudo, o prefeito David Almeida (Avante) soma 12,3%, Amom Mandel (Cidadania) 8,9% e Capitão Alberto Neto (PL) 2,2%. Já o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), Roberto Cidade (União Brasil), figura com 1,8%.

Potássio
O governador Wilson Lima (União Brasil) assinou, nessa segunda-feira (8), a licença de instalação do projeto para exploração do potássio na região do município de Autazes, no interior do Amazonas.

Investimento
Autazes será a segunda maior mina de potássio do mundo, ficando atrás somente do Canadá. Cerca de R$ 13 bilhões serão investidos no estado, gerando mais empregos e sustentabilidade, sendo que 80% das vagas serão destinadas à mão de obra local.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *