domingo, junho 16, 2024
Sem mimimi

Mais da metade dos eleitores não quer a reeleição de David Almeida

Pesquisa divulgada pela Quaest  – em parceria com site Real Time 1 – nessa quinta-feira (16), mostrou que mais da metade dos eleitores de Manaus não desejam que o prefeito David Almeida (Avante) seja reeleito para mais quatro anos de mandato.

Segundo o estudo, 51% dos manauaras afirmaram que o atual mandatário não deve permanecer no cargo.

Em contrapartida, 47% dos entrevistados disseram que o prefeito merece continuar no comando do município.

Outros 2% não souberam ou não responderam.

Rejeição

O número, além de chamar atenção por si, liga o sinal de alerta sobretudo se analisado em conjunto com a rejeição de David, que é de 43%.

Combo

Esse “combo de rejeição”, segundo especialistas, é preocupante ao prefeito, porque indica inevitavelmente uma derrota no segundo turno, mesmo que David seja o mais votado em 6 de outubro.

Cenário

Como a SEM MIMIMI já destacou, o cenário de rejeição do mandatário do município só não é pior pela presença de Marcelo Ramos (PT) na disputa, já que o petista canaliza a antipatia do eleitorado e tira o foco de Almeida.

Número

Nessa análise, o pré-candidato do Partido dos Trabalhadores teve nada mais nada menos do que 50% de rejeição. Reflexo, obviamente, de uma cidade majoritariamente direitista.

De direita

A prova dessa afirmação está na própria pesquisa, que apontou que 26% dos manauaras se consideram de direita, sendo 17% deles afirmando ser bolsonarista.

Interessante

Duas informações interessantes aferidas pela Quaest é que entre os eleitores com nível superior, a porcentagem dos que não querem a reeleição de David cresce e chega a 59%. E entre os que recebem mais de cinco salários mínimos é de 58%.

Negão

Outro dado que chama atenção é a boa lembrança que o eleitorado tem de Amazonino Mendes. O Negão é apontado por 46% dos eleitores como o melhor prefeito que Manaus já teve.

Corajoso

O senador Oriovisto Guimarães (Podemos-PR) subiu o tom em críticas ao Supremo Tribunal Federal (STF) em um ato de coragem no atual momento do País. O parlamentar se referiu aos ministros como “oportunistas”.

Decisões monocráticas

A indignação de Oriovisto é que, segundo ele, nos últimos 10 anos, 72,4% das decisões no Supremo foram monocráticas.

Futebol

O Amazonas será subsede da Copa do Mundo de futebol feminino, que será realizada no Brasil em 2027. A informação foi divulgada pelo governador Wilson Lima (União Brasil) nas redes sociais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *