quarta-feira, junho 12, 2024
Sem mimimi

No Amazonas, partidos de esquerda lideram em número de filiados

Dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) apontam que os partidos de esquerda têm o maior número de filiados ativos no Amazonas.
No “top 10”, o Partido dos Trabalhadores (PT) e o Partido Comunista do Brasil (PC do B), aparecem no topo.
A sigla do presidente Lula tem 22.530 filiados e os comunistas contam com 19.122 integrantes.

Organização
O fator “Lula” pode ser levado em consideração para justificar os números, mas também é fato que a esquerda em todo o País é bastante organizada e circula muito bem nas classes estudantis e artísticas, cooptando integrantes e formando militantes.

Sem representatividade
Ao passo que é o maior partido em números de filiados do Estado, o PT tem com pouca representatividade e segue como coadjuvante no processo eleitoral local.
A sigla tem apenas dois prefeitos no Amazonas: Sabugo, de Urucurituba e Clóvis Curubão, de São Gabriel da Cachoeira.

Parlamento
No parlamento, os petistas contam com Sinésio Campos na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) e Sassá da Construção Civil na Câmara Municipal de Manaus.

PSC
Ainda pegando carona na popularidade do governador Wilson Lima, o PSC, partido pelo qual o chefe do Executivo foi eleito em 2018, aparece na terceira posição com 16.568 filiados.
O MDB (15.715), PP (15.020) e PSDB (12.867) aparecem na sequência.

Governista
Criado pela fusão do DEM e PSL, o União Brasil, sigla de Wilson Lima, aparece somente na sétima colocação do ranking de filiados com 12.758 integrantes, porém tem a maior bancada da Aleam com cinco parlamentares, entre eles o presidente Roberto Cidade.

Força em 2024
A sigla, deve, inclusive, ter um “boom” no número de prefeitos eleitos em 2024, já que, o governador Wilson Lima já deu início ao planejamento eleitoral no intuito de eleger os aliados nos municípios.

Mais siglas
Na oitava posição aparece o Podemos, com 11.885 filiados, seguido do PL com 11.706 e fecha o “top 10” o PTB, com 10.813 integrantes ativos.

PL
O Partido Liberal (PL) é outra sigla que deve ganhar filiados e representatividade, já que o ex-presidente Jair Bolsonaro já afirmou que irá viajar o Brasil em busca de fortalecer a sigla e eleger aliados nas principais capitais no País.

História explica
A esquerda ter o maior número de filiados no Amazonas é totalmente natural, já que este espectro político é organizado desde antes da redemocratização no Brasil.
Já a direita ressurgiu recentemente e sequer tem uma sigla orgânica que a represente.

Amadurecimento
Com o passar dos anos, a tendência é que a polarização política tão criticada por muitos – e não por esse que vos escreve – consolide os pensamentos ideológicos divergentes e inevitavelmente a neófita direita terá sua representatividade partidária.
O PL aparece com o principal abrigo desse pensamento, mas há, também, o Republicanos, PP, PSC e Novo.

Endividamento
Dados divulgados pela Serasa apontam que mais da metade da população do Amazonas (52,32%) está em endividada.
Os números são referentes ao mês de março e colocam o estado como terceiro que mais tem a população com dívidas do País, atrás somente do Rio de Janeiro (52,85%) e Amapá (52,44%).

Nível nacional
Em nível nacional, 43,43% da população brasileira (70,71 milhões) tem contas não pagas. Essa é a marca recorde da série iniciada em novembro de 2016.
O resultado também é pior comparado a março de 2020, quando a pandemia mal tinha começado. Naquele mês, a fatia dos inadimplentes na população adulta era de 41,20%.

Culpado
Em contato com a SEM MIMIMI, o economista Orígenes Martins, afirmou categoricamente que a política adotada durante a pandemia da Covid-19 ajudou a construir este cenário.
Isso se dá desde a época da pandemia quando começou aquela história do ‘fica em casa e a economia a gente vê depois’. Por isso a perda de emprego foi muito grande e muita gente passou a consumir mais do que tinha capacidade”, destacou.

Nova honraria
Os vereadores da Câmara Municipal de Manaus aprovaram, durante sessão plenária dessa segunda-feira (8), a criação da Medalha de Ouro Amazonino Mendes.
A proposta é de autoria do vereador Gilmar Nascimento (sem partido) e foi subscrita por outros 22 parlamentares.

Pessoas destacadas
A honraria, que leva o nome do ex-governador falecido em fevereiro deste ano, visa homenagear personalidades visionárias e criativas que se destacam ou se destacaram com grandes feitos, como obras, serviços ou realizações imortais que contribuem para o progresso da cidade de Manaus.

Mais uma
Com essa nova comenda, o parlamento municipal passa a ter 28 tipos de honrarias diferentes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *