sábado, junho 22, 2024
Política LocalSem mimimi

Nova mensagem, velhas promessas pendentes

O prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), fará, nesta terça-feira (6), a leitura da Mensagem Anual do Executivo na abertura dos trabalhos legislativos da Câmara Municipal de Manaus (CMM).
Na ocasião, o mandatário do município, como é de praxe, apresentará um balanço das ações da Prefeitura em 2023 e o plano de metas para 2024.
No entanto, o novo ano chega com promessas do passado ainda pendentes.

Asfalta Manaus
A principal promessa não cumprida é com o programa Asfalta Manaus, que já consumiu mais de R$ 700 milhões de dinheiro público e segue sem avançar em direção às 10 mil ruas prometidas.

Menos da metade
A meta para 2023, segundo a Mensagem (em documento) entregue aos vereadores, previa o asfaltamento de 4 mil ruas na capital. No entanto, de acordo com o site “Asfaltômetro”, do início do programa – em abril de 2022 – até agora foram asfaltadas apenas 2.794 vias.
Ou seja, no ano passado, a Prefeitura pavimentou menos da metade do que prometeu.

Sem concurso
Outra promessa descumprida por David Almeida foi a realização do concurso da Secretaria Municipal de Educação (Semed), anunciado durante a cerimônia do ano passado. À época, a informação é que o edital sairia ainda no primeiro semestre.

Desculpa esfarrapada
Pior do que não cumprir o prometido foi a justificativa dada pela secretária de Educação, Dulce Almeida – irmã do prefeito – de que não seria possível realizar o certame por “aperto de tempo” imposto pelo calendário eleitoral.
Parece até que a gestão desconhece as datas eleitorais!

Só com vitória
No mesmo vídeo, Dulce foi além e prometeu o concurso caso o atual prefeito seja eleito, em uma clara ação de campanha antecipada que, diga-se de passagem, foi ignorada pela Justiça Eleitoral.

Ausências
Falando em abertura dos trabalhos legislativos, o da Câmara Federal, em Brasília, realizado nessa segunda-feira (5), foi marcado pela ausência dos deputados amazonenses.

Só dois
Dos oito membros, apenas Capitão Alberto Neto (PL) e o recém-empossado Pauderney Avelino (União Brasil) estiveram presentes.

Cutucada
A solenidade foi marcada por várias cutucadas do presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL) a Lula (PT), que vetou as emendas de comissão no valor de R$ 5,6 bilhões do orçamento de 2024, mexendo, desta forma, nos recursos disponíveis para os parlamentares destinarem às suas bases.

Sem exclusividade
Segundo Lira, o orçamento “não é exclusividade do Executivo e dos burocratas que não gastam a sola do sapato pelos municípios”.

STF na mira
Já o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), afirmou que 2024 será marcado por pautas voltadas à atuação do Supremo Tribunal Federal (STF).
Ele anunciou a apreciação de projetos que limitam decisões monocráticas de ministros e a proposta do senador Plínio Valério (PSDB-AM) que limita em oito anos o mandato dos integrantes da Suprema Corte.

Articulando
Ainda falando em Alberto Neto, o parlamentar afirmou, em entrevista ao programa “Boa Noite, Amazônia”, da Rede Onda Digital nessa segunda-feira (5), que segue articulando sua candidatura à Prefeitura de Manaus.

Pacificação
O deputado lembrou que pacificou sua relação com Coronel Menezes, uniu a direita e tem apoio total do ex-presidente Jair Bolsonaro para a empreitada.

Projeto do PL
Segundo ele, o projeto nacional do Partido Liberal é eleger o maior número de vereadores e prefeitos, e Manaus é uma capital estratégica, já que, deu 60% de votos para Bolsonaro no pleito de 2022.

Cidade campeão
Também pré-candidato a prefeito de Manaus, o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado estadual Roberto Cidade (União Brasil) comemorou uma vitória nessa segunda-feira (5).
É que a Mocidade Independente de Aparecida, escola de samba que homenageou a família Cidade, se sagrou tricampeã do carnaval local.

Relator definido
O conselheiro Júlio Pinheiro foi escolhido como relator das contas da Prefeitura de Manaus em 2024, consequentemente do prefeito David Almeida (Avante). O anúncio foi feito durante a na 3ª Sessão Ordinária do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) nessa segunda-feira (5).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *