quinta-feira, julho 18, 2024
Sem mimimi

Oposição de faz de conta

A Câmara Municipal de Manaus (CMM), para alegria do prefeito David Almeida (Avante), tem atualmente uma oposição de faz de conta.

Isso porque, em tese, o parlamento municipal é dividido, sendo metade dele pró-Prefeitura e a outra metade teoricamente crítico à atual gestão.

No entanto, na prática, o que se vê são discursos e ações pontuais de enfrentamento ao chefe do executivo municipal e vitórias esmagadoras da base nas votações cruciais.

Convocação

Mais uma prova disso foi dada durante a sessão dessa terça-feira (2), quando por 20 votos a 6, a base derrubou um requerimento de autoria dos vereadores Rodrigo Guedes (PP) e William Alemão (Cidadania), que convocava o secretário municipal de Limpeza Pública (Semulsp), Sabá Reis, para explicar um contrato de R$ 15 milhões para cremação de cadáveres de cães e gatos.

Explicação

Ou seja, a oposição de faz de conta perdeu a oportunidade de trazer luz a um tema no mínimo polêmico e que vai consumir um vultoso volume de recurso público.

Hospitais

A título de comparação, com os R$ 15 milhões que a Prefeitura pretende gastar para este serviço daria para construir quatro hospitais veterinários e equipar o Centro de Zoonoses, que carece de estrutura.

Cadê?

Além da falta de vigor da oposição, tem chamado a atenção as ausências dos parlamentares em plenário, mesmo ainda faltando três meses para as eleições.

Número

Na votação dessa terça-feira, por exemplo, 14 vereadores não votaram porque estavam ausentes. A pergunta que não quer calar é: o que de mais importante o parlamentar tem do que cumprir seu expediente?

A lista

Os 14 faltosos foram: Allan Campelo (Podemos), Bessa (PSB), Diego Afonso (União Brasil) Everton Assis (União Brasil), Glória Carrate (PSB), Ivo Neto (PMB), Jaildo Oliveira (PV), Lissandro Breval (PP), Marcel Alexandre (PL), Marcelo Serafim (PSB), Professora Jacqueline (União Brasil), Raiff Matos (PL), Rosinaldo Bual (Agir) e Rosivaldo Cordovil (PSDB).

Convoca

Os que votaram para convocar Sabá Reis foram: Rodrigo Guedes, William Alemão, Capitão Carpê (PL), Thaysa Lippy (PRD), Márcio Tavares (Republicanos) e João Carlos (Republicanos).

Não convoca

Já a lista dos que foram contra é grande: Alonso Oliveira (Agir), Kennedy Marques (MDB) – que é da causa animal -, Jander Lobato (PSD), David Reis (Avante), Eduardo Alfaia (Avante), Dione Carvalho (Agir), Professor Samuel (PSD), Mitoso (MDB), Sassá (PT), Joelson Silva (Avante), Wallace Oliveira (DC), Raulzinho (MDB), Ellan Alencar (DC), Fransuá (PSD), Eduardo Assis (Avante), Isaac Tayha (MDB), Roberto Sabino (Republicanos), Yomara Lins (Podemos), Gilmar Nascimento (Avante) e Daniel Vasconcelos (Podemos).

Justiça

Se a maioria é de oposição faz de conta, é preciso fazer justiça a quem, de fato, faz oposição de verdade, fiscalizando e cobrando melhorias para Manaus. E hoje são somente três: Guedes e Alemão – autores do requerimento – e Carpê.

Na bronca

Esses posicionamentos claudicantes da oposição foram alvo de crítica do ex-deputado federal e pré-candidato a vereador, Delegado Pablo (PL). Em entrevista ao programa “Boa Noite, Amazônia”, da Rede Onda Digital e RND TV, o bolsonarista “desceu a lenha” no nível da CMM.

Cutucada

Nas entrelinhas, sobrou até para o vereador Marcel Alexandre, que é do PL e tem votado pró-David Almeida. Sem citar nomes, Pablo disse que “um direitista e oposicionista é testado nas votações e não nos discursos”.

Dinossauro

O presidente da Argentina, Javier Milei, usou as redes sociais nessa terça-feira (2), para criticar Lula (PT). Ele chamou o petista de “dinossauro idiota”. O comentário se deve ao modo como o mandatário brasileiro se posicionou a respeito da tentativa de golpe na Bolívia, entre outros assuntos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *