quinta-feira, julho 18, 2024
Sem mimimi

Wilson Lima acena à direita pensando em 2026

O governador do Amazonas, Wilson Lima (União Brasil) sempre teve uma inclinação à direita. No entanto, nunca falou abertamente sobre esse espectro político e nem defendeu com veemência os valores defendidos pelos direitistas.

Porém, em entrevista ao jornal O Globo publicada nessa segunda-feira (17), pela primeira vez o mandatário do Estado decidiu se posicionar, falou em nome da direita local e reafirmou seu alinhamento com o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

A postura, ao que tudo indica, além de revelar suas preferencias pessoais tem um componente eleitoral.

De olho

Certamente o chefe do executivo estadual já pensa nas eleições de 2026, quando será candidato a senador, e sabe que precisará do apoio da direita e do bolsonarismo para obter êxito nas urnas.

Estratégia

Wilson tem formado um time forte de candidatos a prefeito no interior – onde garantirá a construção de seu palanque – e ao se aliar publicamente com a direita, pavimenta o caminho para ter o apoio da maioria dos eleitores da capital.

Tacada de mestre

Ou seja, o governador, de maneira habilidosa, prepara o terreno para ter uma eleição tranquila daqui a dois anos, tendo maioria de votos em Manaus e nos demais municípios.

Dois nomes

Vale lembrar que o próximo pleito de senador os eleitores votam em dois nomes, o que teoricamente torna a eleição mais fácil.

Relacionamento

Desde a gestão passada, Wilson nutre uma boa relação com Bolsonaro. O governador fez palanque para o líder da direita na eleição de 2022 e nunca deixou de se comunicar com o ex-presidente.

Visita

O governador, inclusive, visitou Bolsonaro quando ele esteve hospitalizado em Manaus em maio e o chamou de presidente, causando à época irritação na esquerda manauara.

SAC

Cada vez mais ativo nas redes sociais, o pré-candidato a prefeito de Manaus, Roberto Cidade (União Brasil), inaugurou o SAC – Serviço de Atendimento do Cidade – um canal onde recebe perguntas e demandas por meio do Instagram, Facebook e Twitter.

Saúde

No primeiro “episódio” do SAC, Cidade respondeu a pergunta de um seguidor sobre a saúde da capital e reafirmou o compromisso de inaugurar 12 Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) funcionando 24 horas.

Treta

A treta entre Amom Mandel (Cidadania) e Marcelo Ramos (PT), ambos pré-candidatos a prefeito de Manaus, ao que parece não terá fim. Além das cutucadas de lado a lado, agora a rixa chegou na justiça.

Fora do ar

A pedido de Amom, o juiz Roberto Santos Taketomi, da 32ª Zona Eleitoral de Manaus, mandou Ramos retirar um vídeo em que ele compara o jovem político a Wilson e David Almeida. A justificativa é que a peça publicitária foi impulsionada.

Não pode

Segundo a minirreforma da Lei Eleitoral em 2017, é proibido o impulsionamento de conteúdo negativo contra candidatos a cargos como o de prefeito.

Pare!

O juiz Moacir Pereira Batista, da Vara do Meio Ambiente de Manaus, determinou a paralisação \das obras de construção da sede da Secretaria Municipal de Meio Ambiente no Parque Ponte dos Bilhares, na zona Centro-Sul da capital amazonense.

Multa

O magistrado atendeu um pedido do Ministério Público do Amazonas (MPAM), que alegou não estar claro se a Prefeitura atendeu todas as exigências urbanísticas e ambientais. O juiz fixou multa diária de R$ 500 mil em caso de descumprimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *