quarta-feira, junho 12, 2024
Olha a TretaPolítica Local

Censura: David quer proibir Amom de citar seu nome

Uma ação de indenização movida pelo atual prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), tenta censurar o deputado federal e pré-candidato à Prefeitura da capital amazonense, Amom Mandel (Cidadania). Na referida ação, Almeida solicitou, entre outros pedidos, que Mandel fosse proibido de mencionar seu nome.

A ação foi protocolada em 29 de fevereiro, um dia após a divulgação, no site do Tribunal Superior Eleitoral, da última pesquisa que aponta Amom Mandel como o primeiro colocado na disputa pelo Executivo municipal.

No documento, a justificativa para o pedido é de que Amom teria realizado “diversos ataques à honra e imagem do Autor (David Almeida), mediante acusações falsas e gravíssimas”, se referindo às declarações feitas pelo parlamentar no ato de lançamento da pré-candidatura, no último dia 23 de fevereiro.

Na ocasião, Amom afirmou: “não posso deixar, senhoras e senhores, o grupo político ligado a facções criminosas, investigado pela Polícia Federal por atos de corrupção, como andar de jatinho pago por empresário, como ter algum secretário envolvido, como superfaturar cestas básicas, assim por diante, domine e mande nessa cidade.”

Além de pedir que Amom seja proibido de mencionar seu nome, o chefe do Executivo municipal pediu o pagamento de R$ 52 mil em indenização por danos morais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *