domingo, junho 23, 2024
MundoOlha a Treta

Decisão da Suprema Corte não é constitucional e não será cumprida, diz governador do Texas

O governador do estado americano do Texas, Greg Abbott, voltou a dizer que desafiará a decisão da Suprema Corte dos Estados, que obriga que seu governo retire cercas de arame farpado às margens do Rio Grande — instaladas na fronteira do estado com o México.

A medida, originalmente pensada para conter a imigração ilegal em território americano, será mantida, garantiu o governador, que integra o partido Republicano.

“O arame farpado do Texas é um impeditivo eficiente contra a entrada ilegal pela fronteira encorajada pela política de fronteiras abertas de [o presidente americano Joe] Biden”, informou Greg. “Continuaremos a instalar o arame farpado para repelir a imigração ilegal”, repetiu ele, reforçando que não deixará de dar sequência ao que já havia sido aplicado pela gestão texiana.

Greg, inclusive, disse publicamente Biden não quis dar ouvido sobre o tema, em cartas entregues a ele, além de atrapalhar a agenda de controle de imigração do estado de 29 milhões de habitantes. “Isso não acabou”, garantiu ele. “Continuarei a defender autoridade constitucional do Texas em garantir a segurança da sua fronteira”, emendou.

Como reportou o Conexão Política, o impasse já conta com adesão de 25 estados, que se juntaram em ‘apoio incondicional’ ao Texas. Ao todo, 26 estados compõem lado contrário às medidas impostas pelo governo federal.

Com o conflito institucionalizado, o Texas conta com o respaldo dos estados que possuem mais armas nas mãos dos cidadãos americanos. Entre os redutos com maior armamento civil estão Alabama, Alasca, Dakota do Norte, Dakota do Sul, Idaho, Mississippi, Missouri, Montana, Oklahoma, Tennessee, Texas, Utah, Virgínia, Virgínia Ocidental e Wyoming.

Fonte: Conexão Política

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *