quinta-feira, junho 20, 2024
Olha a TretaPolítica Nacional

Jornalista português que veio ao Brasil cobrir ato deste domingo fica retido em aeroporto

O jornalista português Sergio Tavares, que viajou ao Brasil para cobrir o ato deste domingo (25) na Avenida Paulista em defesa do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e do Estado Democrático de Direito, está retido no Aeroporto Internacional de Guarulhos. Em suas redes sociais, Tavares relatou que a Polícia Federal reteve seu passaporte e que pretende fazer questionamentos a ele.

– Estou retido no Aeroporto de São Paulo, todos os passageiros tiveram autorização para sair, menos eu. A Polícia Federal tem o meu passaporte retido e dizem-me que o superior me quer fazer questões. São Paulo, Brasil, 8h08 da manhã – escreveu.

No último dia 3 de fevereiro, Tavares realizou uma live com Bolsonaro em seu canal no YouTube. Na ocasião, o jornalista conversou com o ex-presidente sobre o quadro atual da democracia brasileira, e repercutiu a operação realizada pela Polícia Federal contra o vereador Carlos Bolsonaro, que tratava sobre um suposto esquema de espionagem ilegal dentro da Agência Brasileira de Inteligência (Abin).

Na ocasião, o ex-presidente também disse que ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que integram o quadro do Supremo Tribunal Federal (STF) trabalharam “para eleger Lula a qualquer preço”.

– A Justiça brasileira, o Supremo Tribunal Federal tirou o Lula da cadeia e depois o tornou elegível. E, depois, o Supremo Tribunal Federal, que três dos seus ministros compõem o Tribunal Superior Eleitoral, também trabalharam lá fazendo gestões para eleger Lula a qualquer preço – afirmou Bolsonaro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *