domingo, junho 23, 2024
Olha a TretaPolítica Local

Vereadora denuncia perseguição política na Semed e gera confusão na CMM

Após denunciar perseguição política a gestores escolares, a vereadora Professora Jacqueline (União Brasil) entrou em um forte embate com a base aliada do prefeito David Almeida (Avante) nesta terça-feita (27).

Segundo a parlamentar, gestores próximos a ela estão sendo retirados de seus cargos em retaliação às críticas feitas por ela à Prefeitura de Manaus.

Contrapondo Jacqueline, o vereador Raulzinho (PSDB) acusou a parlamentar de exercer influência política sobre gestores da educação.

“A senhora sempre fez uso desse expediente para se eleger. Vossa excelência não tem seu grupo? Então siga seu caminho!” provocou o vereador em referência à proximidade da vereadora com Wilson Lima.

A acusação incomodou Jacqueline, que rebateu o colega.

“O que o senhor está me acusando vai ter que provar. Eu tenho muito orgulho de ser apoiada pelos trabalhadores da educação. É leviano dizer que eu aparelhei a educação, qualquer gestor que estiver lá vai o ‘meu’ porque sei falar por eles” se defendeu.

Confusão
Após a fala de Raulzinho, os vereadores iniciaram um bate-boca generalizado e troca de ofensas.

Posteriormente, a vereadora denunciou em suas redes sociais a situação classificando a postura dos aliados de David Almeida como “violência política”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *